quinta-feira, maio 23, 2013

ESPIRAL EXPANSIVA E O MEGA-TÉNIA SOARES

Soares nunca gostou de números nem de factos. Só daquele tipo de dinheiro, no tempo da expiral expansiva, que aparecia sempre. Mas há quem lhe responda com base em factos e em números: «A dívida externa amontoou-se porque os políticos "magnânimos" governaram a Europa do Sul durante sucessivas legislaturas apoiados na "troika" das importações/despesa/dívida. Lentamente, estavam a criar a "troika" actual. Desprezaram a evidência económica: a um desequilíbrio na balança de bens e serviços (défice) segue-se a compensação com um desequilíbrio na balança de capital (dívida). » Jorge Marrão

Sem comentários: