quarta-feira, maio 22, 2013

OKLAHOMA CITY E OS EVENTOS EXTREMOS

Porque a impressão digital humana se faz sentir no nosso Planeta, para o bem e para o mal, já se previa que os nossos dias observariam o recrudescimento de Eventos Naturais Extremos. Meteoritos que explodem a grande altitude e percutem o seu estampido sobre populações, ferindo-as. Tsunamis com milhares de mortos. Tornados que varrem o solo, derrubam edifícios maciços, pulverizam cidades, ceifam vidas. Grau 5, o máximo, para este último em Moore. Nada nesta vida é um dado adquirido, tirando o fim de cada um. Por isso quase todas as paixões irracionais e os egoísmos de facção são mesquinhos. O excesso de dinheiro dos ricos não lhes salvará a vida. A raiva dos espoliados, explorados e escravizados não inverterá a lógica mortífera que os submete, sem um passo solidário e uma sensibilidade social bem maior. Um dia, a Humanidade unir-se-á na partilha dos seus bens e na justiça das nossas aspirações comuns. Entretanto, aflição e imprevisto são a estrada acidentada da nossa existência.

Sem comentários: