terça-feira, maio 28, 2013

CAÇADOR DE ELEFANTES E DE MULHERES

Sou monárquico, mas não sou simpático de uma monarquia repleta de acidentes e trapalhadas como aqueles em que a coroa de Castela se tem visto envolvida. Há erros, notícias, factos, comportamentos que uma família real, em pleno século XXI, não pode cometer, pois deve ser sublime, independente, acima de qualquer reparo, em sintonia afectiva com o seu povo, forja de estadistas a toda a prova. Os republicanos revolucionários radicais que sonharam desempoeirar Portugal trocando a forma de Regime falharam, começando por se assassinar uns aos outros, por promover purgas entre uns e outros. Chegados a esta tristeza de corrupção e desnorte, repare-se no nojo conspirativo do dr. Soares. Herdeiro da coisa republicana, da sanha anti-clerical e do exclusivismo regimental republicanista, quer o Povo queira quer não, Soares surge no ocaso da vida como a desmesura e o espernear tonto do plutossocialismo, esse socialismo muito português e ao mesmo tempo muito sul-americano, socialismo de cúpula, maçónico, manobrador, manipulador, onde um feixe de eminências pardas, promovem o que lhes convém a si, mesmo que não convenha de todo ao País. É ele o nosso caçador de elefantes. É ele o nosso escândalo subliminar, hoje a brandir a converseta de merda das Esquerdas Burras contra a Direita Estúpida.

Sem comentários: