sexta-feira, maio 10, 2013

BOAS IDEIAS DA TROYKA TÉCNICA

E a covardia política nacional do costume. Portas alimenta um terror de rato perante uma vassoura em movimento, no caso a percepção de milhões de portugueses do aviltamento e das injustiças particularmente no capítulo das reformas em Portugal. Se eu fosse Portas, acolheria de braços abertos e o mesmo sorriso ultrabranqueado a proposta sugerida pelo FMI, a qual infelizmente ficou de fora do projecto de cortes sugerido por Passos Coelho, e que previa a imposição de um limite máximo de 5.030 euros para as pensões, coisas que até países paupérrimos como a Suíça há muito instituiram: tectos máximos nas reformas. A grossa e grosseira injustiça social passa em grande parte pelos abusos obscenos nas reformas atribuídas, as quais cavam mais pobre um pobre País de gente que se abotoou bem com o latrocínio regimental em vigor desde o primeiro dia da liberdade. Foda-se, Passos! E foda-se, Portas! Era mais por aí, não estão a ver?!

Sem comentários: