terça-feira, maio 21, 2013

E O CONSELHO PARIU O VAGO

O Conselho de Estado acabou por emitir vagas generalidades e pensamento desiderativo, mas o mais importante fica por fazer: diminuir o excesso de comentadores-conspiradores que o compõem e jubilar o eterno dr. Soares. Ele tem direito a jantar a horas e ao justo descanso. Nós temos direito a espíritos bem apetrechados na verdade e no desígnio de nunca mais atascarmos em bancarrotas devido a problemas estruturais e a distorções corruptas de Regime. Ora, o dr. Soares, no que concerne a contas, como sempre domina-as mal, e não passa de um velho magrebino a vender-impingir o seu tapete-partido. Depois, convinha combater o abismo que separa os cidadãos dos seus políticos, através da verdade e da negociação permanente entre eles em matérias-chave e estáveis, coisa que não virá pela mão do cálculo com que o PS passa a vida a escandalizar-se a chocar-se, nem se faz com os palhaços notórios do protesto morto e minoritário. Só o enfrentamento directo dos nossos problemas os resolverá.

Sem comentários: