sexta-feira, maio 17, 2013

LOBO XAVIER, MAIS UM COM DISPEPSIA POLÍTICA

Se, se, se... É absolutamente lamentável que Francisco Lobo Xavier venha agora pôr a mãozinha por baixo da retórica conservadora e manhosa socialista, fazendo remontar o actual imbróglio português à era dos PEC, à sua recusa, com isso caucionando, no fundo, o estado de coisas passado, quando pontificava o despesismo de Estado e de Regime, a falta de colhões para reformas estruturais, e toda a prosápia e oportunismo demagógicos que possibilitaram o golpe de Estado presidencial para o desabamento do PSD de Santana Lopes e a chegada ao Poder da forma de vida cretina Sócrates, tudo redundando na grosseira tragédia promovida por ele. Parece consumado que Pacheco Pereira, António Costa, o laboratório de desculpas do socratismo, vão recriando Xavier à sua imagem e semelhança, arrancando-lhe análises gémeas como da costela de Adão Deus fez a Mulher.

De onde vem essa dispepsia política de última hora, Xico Lobo Xavier?! Ou a notícia corresponde a uma tresleitura do que realmente foi dito ou é mais um episódio de demarcação do Executivo, quando toda a falta de convicção e de coragem estão em contagem decrescente até que o País dê com os burros na água.

1 comentário:

Anónimo disse...

Está simplesmente a reconhecer o valor de Sócrates!