domingo, outubro 21, 2012

COMIDA DE GATO PARA POUPAR E VENCER A CRISE

A comida de gato, ao contrário do que se diz por aí, nem é tão má. Estou a falar dos biscoitos. Biscoitinhos coloridos, liofilizados, laranja, verde, castanho, cinzento. Ainda não tive coragem para a pasta de gato, por apenas 0,27 euros. Os biscoitinhos são crocantes, saborosos, variados. E depois alimentam de um modo absolutamente barato. Imbatível. Quais massas alimentícias quais quê?! Eu como comida de gato! Assumo-o! Hoje posso dizer «Que seria de mim sem Friskies?! Literalmente!» A seguir, vou ver e ouvir o Marcelo a ser interrompido mil vezes pela ansiosa Judite. Pode ser que ele tenha mais ideias sobre comida de animal ainda mais barata, boa para comermos e assim pouparmos uns cêntimos. Adenda: Afinal, não foi a Judite.

3 comentários:

Grego disse...

deixa lá. por este andar, e a partir de janeiro, vou disputar a comida com os gatos na rua, porque nem sequer vou ter dinheiro para a comprar nas ruas.

bibónorte disse...

Não foi a Judite, foi o Alberto.
Comida de gato não cheguei a comer, mas sei bem o que é a penúria de uma despensa ou frigorífico vazios.Até que um dia tive que despachar a casa para poder viver com alguma dignidade.
Abraço

A. Gomes disse...

Palha! E palha como será? Logo mais vou ligar a uns tantos burros, dos muitos que por aí há, para lhes perguntar se a que sabe a palha. Provavelmente sabe a palha mas nunca se sabe. É que se for aceitavel ainda fica mais em conta que os biscoitos da Friskies. E é produto nacional, é nosso e não duma multinacional, do grande capital que explora a classe trabalhadora (onde é que eu já ouvi isto?).
Gomes