quinta-feira, outubro 18, 2012

PASSOS É HORRÍVEL

Não há, porém, palavras que traduzam o Partido Socialista e o resto do Vazio de Esquerda. Não podemos descansar, quando o mesmo Passos, que hoje nos espeta um Orçamento Terminal, transigiu com os crimes de incúria, de gestão danosa, dos Governos passados, transigiu com os que enriqueceram ilicitamente, assumiu os pesados encargos deixados pelos cangalheiros socialistas de serviço ao cadáver Estado Português. É isso que faz de Passos horrível. Portas continua a fazer o seu velho jogo vulperino e ambíguo, desligado, mais comunicado, menos comunicado. Se há uma crise no Governo, ela resolver-se-ia reforçando o diálogo, a empatia e a cooperação, não com declarações avulsas que apontam os faróis para o fogo que possa lavrar no Conselho de Ministros. Passos Coelho refugia-se, e bem, nos recantos e corredores nacionais e internacionais, enquanto Portugal fica por um fio: o único Governo português que finalmente não poupa ninguém para que porventura se poupe o Conjunto Nacional fragiliza-se sobretudo, ironia!, às suas próprias mãos. Danos não se sabe se fatais para nós, partindo do princípio de que basicamente para os cidadãos isto é que se lixem os governos! Na verdade, não é o descaramento dos senadores do Regime ou a Oposição Impertinente, Nula e Trôpega, e no entanto Tenaz, das Esquerdas a amolgar os pobres incumbentes.

1 comentário:

Grego disse...

Pois não. É pior ainda!