quarta-feira, outubro 31, 2012

NO PAÍS DAS SUBVENÇÕES VITALÍCIAS

«Posso estar enganado mas julgo que Francisco Louçã nunca teria direito a subvenção vitalícia, pelo menos nos termos em que tal tem sido anunciado: esse benefício terminou em 2005 e, a partir daí, apenas ficaram abrangidos aqueles deputados que ANTERIORMENTE a essa data tinham perfazido perfeito 12 anos de mandato. [...] ... muitos deputados que terminaram funções em 2011 fizeram apelo a esse privilégio pressurosamente e sem rebuço – foi o caso de Manuela Ferreira Leite e de outros supostos senadores que agora vertem catilinárias moralizantes sobre todos os demais...» Carlos Abreu Amorim

Sem comentários: