segunda-feira, outubro 08, 2012

TECNOFUCK THEM ALL!

O Regime não passa disto, promiscuidade, arranjos de vida e favor entre a Aristocracia Política que trata como pode da sua vidinha: na longa e penosa narrativa regimental, não passa de um episódio mais que a Tecnoforma, uma empresa de que Passos Coelho foi consultor e administrador, tenha dominado por completo, na região Centro, um programa de formação profissional destinado a funcionários das autarquias que era tutelado por Miguel Relvas, então Secretário de Estado da Administração Local. Reparem, vocês os excitadinhos com mais este pentelho de uma tonelada para um Governo tão Leve, que mesmo assim, com o duo bicéfalo Relvas-Passos, mais Passos que Relvas, do que tratamos é de bagatelas videirinhas, além de quilos de ingenuidade sob a limpeza troykista do Estado Português Insustentável em decurso. Outra coisa, coisa hard core na História Política Moderna de Portugal, é Sócrates, para quem uma prisão jamais bastaria, senão com castigos corporais e abundantes vexações públicas continuadas: os seus apoiantes insinuam que os detractores do Porcalhão Parisiense alimentam algum desejo da sua eliminação física. É falso. Só queremos os sub-reptícios milhões ilícitos devolvidos à procedência e que se veja recluso numa cela desconfortável por muitos e bons anos: enterrou Portugal, mentiu, abusou, enriqueceu na proporção da bancarrota. 'Infelizmente', não podemos suportar caos e precariedade governativa nem dar-nos ao luxo de incendiar as praças com pólvora e sangue, como há cem anos atrás, com os sucessivos Governos repúblico-fanáticos, vigentes em média por quatro meses, ao longo do período negro 1910-1928. Não nos traria nada. Talvez nos tirasse tudo. Basta a verdade, que é suficientemente corrosiva para um Poder Político completamente divorciado do nosso benefício da dúvida e absolutamente à parte das pessoas. Temos de a administrar com parcimónia bem como ao nosso tecnofodam-se todos!

Sem comentários: