terça-feira, fevereiro 21, 2012

AQUELE POVO OBEDIENTE NO EXTREMO OCIDENTAL

Na hora de cumprir, ainda que esmagando as pessoas em benefício frio dos números certos, somos bons. Essa 'bondade' corre mundo e impressiona. Não é para menos. É todo um Povo aceitando a cicuta do empobrecimento compulsivo, alombando com o ónus todo, em vez do culpado Sócrates parisiense, deslizando impune entre delícias como bom playboy do PS que é. Um País que não limpa as mãos disto, merece sofrer o mais possível. E um Governo que não abre a Justiça ao julgamento disto, ao apuramento cabal de quanto desemboca nesta miséria prometida, merece toda a coça quotidiana que é possível.

1 comentário:

Floribundus disse...

vão quase todos viver mal pelo menos até ao fim do século
precisamos crescer 4%/ano para o pís ser viável
é necessário produzir mais no sector primário desertificado