quinta-feira, fevereiro 16, 2012

PEZINHOS DE LÃ

Perante a lógica canhestra que mantém diminutos os poderes dos professores na sala de aula, quer na perspectiva dissuasora quer na punitiva, parecem pequenas, singelas, quase invisíveis, as marcas do consulado crato-continuacionista do que nefandamente vinha detrás. Porventura é tudo hoje devidamente perpetrado com pezinhos de lá, pitadas inéditas de bom senso, lata audiência multilateral para enriquecimento da derradeira e tardia decisão final. Porventura! Pensar que o Básico ainda tem aulas de uns insanos Noventa Minutos, a desafiar toda a sã Psicologia, mas não certamente o engendramento de monstros! Ante isso, isto já não é nada mau.

Sem comentários: