quarta-feira, fevereiro 22, 2012

O DEDO SELECTIVO [OU NÃO] DE MÁRIO SOARES

Exulto de alegria se o que Soares escreve faz pressupor largueza da Justiça contra os que malbarataram os recursos dos portugueses. É que se pensarmos em João Jardim, Oliveira e Costa, Rendeiro, Dias Loureiro, teremos de pensar em Sócrates, no resto da maralha, e nas suas PPP absolutamente mafiosas e comissionistas: «Há algum dinheiro que tem vindo a escoar-se em "buracos", alguns que são conhecidos, mas que o nosso Zé-Povinho não soube como aconteceram. Tais como: o BPN, o BPP, e mais recentemente a Caixa Geral de Depósitos, a Madeira, etc., sendo que os presumíveis responsáveis continuam impunes e a Justiça, quanto a estes e a outros casos, mantém-se, silenciosa.» Mário Soares

1 comentário:

floribundus disse...

os lambecus do rato
pensam que o pinóquio vai processar o zé povo