terça-feira, fevereiro 21, 2012

VIDA ENCORNADA

Quando o Povo se vê demasiado encornado, descansa o mais que pode. Deixemos a produtividade para os políticos e para os legisladores. Foram eles que nos trouxeram até aqui, faina penelopeniana de fazer e desfazer alternadamente. Os políticos que chularam festejam, fazem férias e têm folga. As pessoas desempregadas, tornadas imprestáveis, aconselhadas a emigrar, têm ainda muito que penar entre portas, quando ninguém pode ver o pedaço de pão e o gole de leite a servir de jantar.

Sem comentários: