segunda-feira, junho 17, 2013

A CABEÇA DE CRATO NUMA BANDEJA

As derrotas sempre gigantescas dos outros marcam o trajecto dos partidos da insatisfação perene: o Bloco já está a capitalizar os ganhos do caos neste dia de quase-exames. O PCP clamará a sua quota de vitória em devido tempo, já a seguir, por interposta figura peregrina e eterna do Mário. Depois, provavelmente, salivando de alegria pelo flanco aberto do Governo em carne viva, o próprio PS, sempre vampiresco de Esquerda, outrora persecutório e canino em cima do gasganete docente, virá reclamar também, pudibundo, vitória. Houve um combate entre derrotados. Uns encaixam gigantescas derrotas. Outros infligem gigantescas derrotas por KO. São sempre os mesmos. O Bloco ganha sempre. O PCP ganha sempre. Todos pedem a cabeça de Crato. Numa bandeja. O prejuízo dos alunos é o grande não-assunto do dia, naturalmente. 

Sem comentários: