terça-feira, junho 25, 2013

DIAS DE SANGUE A PUXAR AO PASSIONAL

As causas por que se mata não as imputemos à loucura, à depressão, seja ao que for, nem à fome, nem ao desespero. Matar, causar dor a terceiros, é sementeira de instintos maus, previamente maus, os quais começam nas palavras sanguinárias mil vezes repetidas, no descontrolo da ira como vício, na insuficiência do interior como oásis e reduto de paz. Os problemas de economia, quando muito, fazem-nos mudar de vida. Não nos transformam em monstros anti-sociais e em sanguinários vingativos.

Sem comentários: