quinta-feira, junho 20, 2013

NÓS MORREMOS

Nunca acompanhei a série Os Sopranos nem praticamente a demais ficção televisiva, tirando, na íntegra, a brilhante série Sete Palmos de TerraC.S.I. Las Vegas ou  Dexter. Preferi inocular a minha sensibilidade na maior parte do tempo com o veneno viciante da informação nacional, aliás filtrada e pasteurizada para não vivermos em estado permanente de escândalo. Mas garanto já ter saudades de quando for prestar mais atenção ao mafioso deprimido que James Gandolfini enfiou na carne. Agora, o actor está morto. Viva o actor. A personagem Tony Soprano, essa continuará viva pelos séculos dos séculos. Mas a vida é isto. Nós morremos. Uns passámos fome largas semanas, meses, anos. Outros rebentamos como balões por excesso de comida e de bebida ao roçar no estrelato, esse misterioso espinho de rosa.

Sem comentários: