sábado, junho 22, 2013

QUERO COMER O «MARRETA»

Também gosto muito de animais, mas olhando para a foto do bicho, dá-me vontade de comer esse lindo touro com carácter, já delicioso no nome, «Marreta», o Fugitivo de Perre, absolvido da pena capital no matadouro e condenado a pascer nos prados de Aveiro até ao fim dos seus dias, graças a uma solidariedade intercontinental. Amar os animais é lindo, mas sinto vontade de comê-lo. Na verdade, nunca na minha vida comi tão pouca carne. Não há dinheiro para luxos. Sinto falta de um bom e suculento bife mal passado, ao menos uma vez por mês. Ou duas. É a puta da crise. Para que as swap e as PPP vivam e prosperem, fodem-nos bem e diariamente, portugueses! Bom apetite!

1 comentário:

José Domingos disse...

Clar que neste país, os indigenas, não precisam de sexo, o "governo" encarrega-se disso.