quinta-feira, junho 06, 2013

DELORS, O ÚLTIMO EUROPEÍSTA

Se há Europeu que admiro, pela sua moderação e sentido de conjunto da União, é Jacques Delors. Não se pense, porém, que por ser socialista vem dar força ao socialismo português: infelizmente, o socialismo português não é socialismo nenhum pois inscreve-se num tipo de linha política que usa o dinheiro que não tem para brilhar. Especialmente antes de eleições. Depois temos o plutossocialismo português, que é o socialismo de castas, das elites, maçónico, laico, que esperneia caso, pela primeira vez em trinta e nove anos, o rio do dinheiro não corra tão liberal para os seus bolsos. Plutossocialista absoluto é o dr. Soares, hoje anti-Moeda e, portanto, anti-Europa. Jacques Delors, graças a Deus, está nos antípodas do plutossocialista Soares, uma cana agitadora agitada pelo vento. Nós só perdemos.

Sem comentários: