terça-feira, junho 11, 2013

UM PAÍS E OS SEUS TERMÓMETROS

Percebe-se que a temperatura em Portugal possa subir nos próximos dias e dar ao Verão o que ao Verão pertence, coisa ainda duvidosa. Temperaturas altas há muitas: a temperatura política, a temperatura sindical e a temperatura da fome que alastra e estimula uma revolta às cegas, muitas vezes contra quem esteja mais à mão e todas elas prometem subir. Muitos de nós não sabem o que são vinte euros na carteira há semanas: salários em atraso, prestações do subsídio de desemprego com lacunas, aos bochechos, com falhas, raptos extraterrestres. A Europa está louca, sendo a Alemanha o seu gás hilariante e a Troyka a ressurreição do ranço mais kafkiano que o Continente já viu. 

Sem comentários: