quarta-feira, setembro 12, 2012

SOARES, VOSSA ENDESTÉSICA SENHORIA

Estou absolutamente indignado com impostores indignados, como Vossa Endestésica Senhoria, Mário Soares. Os portugueses devem despertar e fazer uma grande mobilização não apenas contra os excessos da Troyka, sob a transigência inescapável do Governo, mas contra todos os que mais beneficiaram historicamente, por décadas e décadas, com prebendas atribuídas pelo Estado, luxos garantidos pelo Estado, privilégios à pala do favor político salvaguardados pelo Estado. Só assim se compreenderá o conjunto trágico para onde fomos enfiados. Já fizemos milhentas manifestações, uma das mais catárticas foi algures em Março de 2011. Nessa altura, milhares e milhares de portugueses enchemos os Aliados e a Avenida da Liberdade e sentimos na carne um dos mais salutares efeitos da participação da sociedade civil na vida política nacional sem Esquerda e sem Direita, primeiro espasmo sintomático acerca do mal-estar entre a Política Show e a Realidade Miserável reservada para nós. Expulsámos, poucos meses depois, o Fajuto da Dívida, do Circo, do Benefício Amiguista. Hoje parte dos que poderiam encher as praças trabalham em Londres, vivem em Manchester, voaram para o Brasil e percorrem as avenidas de Nova Iorque. Têm valor. Safam-se. Na verdade, por cá só ficam os mais vulneráveis e entalados entre pais velhos e filhos pequenos, como eu. Por cá há demasiados Soares indignados, podres de ricos graças à nossa desgraça. Quem não tiver pecado atire a primeira pedra ao SubMinistro Passos.

1 comentário:

Anónimo disse...

Rapaz, tem que proporcionar um botão "like" à malta como eu, que o mais das vezes não tem nada a dizer porque, lendo, ouço as minhas próprias palavras ditas por si, e por isso nada acrescento, mas que gostava de "likar" ou, por outra forma modernaça, expressar a minha concordância absoluta.

Virginia