quarta-feira, maio 22, 2013

POR QUE NÃO?

A lógica de progressão e de maturação dos treinadores portugueses, quando são bons, assenta necessariamente nas oportunidades que lhes sejam dadas para consolidar o seu trabalho e melhorar o que haja para melhorar. Na Liga dos Campeões, tudo parecia perfeito até à lesão de Moutinho, até à derrota impensável e improvável de Málaga. Quem sabe o que a tarimba de Vítor Pereira nos poderá oferecer na próxima época 2013-2014?! Tendo em conta o que os próprios jogadores vão dizendo, se o meu voto contasse, votaria pela continuidade do Vítor. Homem de Fé, muito trabalho e poucas palavras.

Sem comentários: