sábado, fevereiro 04, 2012

A CARNE E O COURO DOS PORTUGUESES

Capucho dá um ar da sua graça, mas dispensa-se. A única coisa contraproducente é poder cair ainda mais da mesma queda livre da Grécia ou expor ainda mais o flaco das capitulações e das renegociações. Quem não tem dinheiro nem futuro nem esperança também não tem depressões nem obviamente por onde dar largas à alegria, nem sequer vindo para a rua comemorar o Carnaval. Só pode lutar, biscatear, trabalhar, conquistar cada hora e cada dia de trabalho ou desemprego com um espírito indómito. E sobreviver-lhes.

1 comentário:

floribundus disse...

o capacho serve unmicamente para limpar as solas dos sapatos