quarta-feira, fevereiro 01, 2012

PIRATAS DO LEITO MARINHO

Em 2007 a Odyssey Marine Exploration encontrou 500 mil moedas de prata nos destroços de uma embarcação do século XIX no Oceano Atlântico, tesouro pertencia a uma embarcação espanhola, Nuestra Señora de las Mercedes, afundada pelos britânicos em 1804 na costa do Algarve. O caso está em tribunal desde então, defendendo o governo espanhol que o tesouro fora transportado para os EUA ilegalmente. Se por um lado, o risco e o custo foi assumido pela Odyssey Marine Exploration e não pode ficar sem quaisquer compensações, a lei internacional é a lei internacional. Cumpra-se. Caso contrário, em vez de trabalho arqueológico sério, tudo não passará de pilhagem e oportunismo de meios, uma pirataria nova, nova cobiça, tendo como terreno o leito marinho e as zonas económicas exclusivas alheias.

Sem comentários: