domingo, fevereiro 05, 2012

A TOSSE DO "PURJECTO" GODINHO


Para o Sporting sacudir a maré negra de resultados não será preciso muito. Ontem o Sporting superiorizou-se ao Gil, mas havia fragilidade anímica para inocular suficiente veneno à finalização: Carrillo falha um golo feito e há um penalti sobre Matias por assinalar. Voltar às vitórias só com a necessária coragem para colocar em campo os jovens mais virtuosos da academia e dar-lhes minutos em vez de excessiva responsabilidade e exigência; será necessário silenciar as oposições internas demasiado alarmistas para a consolidação seja de que projecto for. Caso contrário, a história repetir-se-á: de 'purjecto' em 'purjecto' até ao enterro habitual. O Projecto Godinho começa a titubear por excesso de verbo e desencontro de linguagens Direcção/Balneário.

1 comentário:

floribundus disse...

o outro godinho também tinha um purjeto 'oculto'