terça-feira, março 20, 2012

FOI MÃO

Este jogo teve mão: talvez o Benfica seja a única equipa que nas bolas paradas derruba adversários e por isso faz golos, mas golos precedidos de placagens ao adversário segundo a filosofia do râguebi. É obra! E foi também assim que Jesus teve mão neste jogo, que até foi estimulante: eu nunca deixei de pensar que o FC Porto estava a fazer um jogo-treino e o Benfica a preparar-se para o Chelsea. Literalmente. O árbitro foi outro que tal. Também teve mão no jogo, coitado. Estou a ver a conferência de imprensa de Jesus, que está nas nuvens outra vez. Não se pode perder sempre: «O Benfica está a bombar em várias frentes, o que é sinónimo de uma grande equipa como Barcelona e Real Madrid. Depois acontecem estas coisas.» Agora, Jesus acaba de entrar na parte vidente da palavra e visionária: «Conhecíamos tão bem a equipa do Porto que já não era preciso fazer o trabalho de casa... E correu tudo bem.» Foi um bom jogo. A Taça da Liga segue para bingo. Não sinto pena. Não tenho mágoa. Não sinto raiva. Era somente um classicozinho e já passou.

4 comentários:

Anónimo disse...

Não sente pena, mágoa nem raiva mas depois chama-lhe classicozinho. Está-se mesmo a ver que não, não está?

KOSTA DE ALHABAITE disse...

Que verdade nesta taça? Então uma meia final, a um jogo só (já de si espantoso) é logo disputada na casa da equipa para a qual a competição foi criada: evitar que a desvantagem em títulos para o Porto seja demasiado grande!?

Anónimo disse...

Ridículo.
É mau perder. E o da semana passada não teve mão? Tambem pode referir que o porto é a única equpa que pode marcar golos em fora de jogo.

Mas ok, esta taça para o porto não interessa nada. A candido de oliveira, essa sim é muito importante. LOOOOOL

Faltou a fruta, U mad?

Salgueiros disse...

VÊ-se pelos festejos do Vitor Pereira no segundo golo do FCP que este jogo não tinha importância. Explodiu, disse aqueles palavrões todos, mas claro, não tem importância.
Aliás, se o Benfica se sagrar campeão nacional, vou gostar do discurso de que o campeonato também não tem assim tanta importância. Receber árbitros em casa é que é importante, campeonato onde o Porto continua isolado na frente.