quarta-feira, março 28, 2012

MST OU O PÂNICO DOS CRETINOS

«Não sei o que leva esta gente a estar tão absolutamente em pânico porque por uma vez na vida se está a escavar toda a porcaria que a classe política criou neste país. Sejam os magistrados, sejam os jornalistas, é um imperativo nacional acabar com isto. Mesmo que os cartões de crédito fossem "legais" que razão pode haver para que um Estado que vive apenas e exclusivamente dos MEUS impostos e dos outros portugueses dê 5000 ou 10000 euros por mês a um tipo que já ganha um bom bocado mais do que eu, para fazer despesas pessoais com o MEU dinheiro? Talvez MST esteja habituado a viver com o dinheiro dos outros. Ou talvez ache como uma boa quantidade de gente neste país, que tem direito a viver regaladamente com dinheiro que não é seu e pelo qual nada fez para merecer. A mim sai-me do lombo e levam-me mais de metade em impostos (entre IRS e outros impostos directos e indirectos) e fico lixado quando ainda me tiram mais porque gastaram todo o que me tiraram para viver regaladamente. Só posso tirar uma conclusão. Miguel Sousa Tavares é uma besta. E uma besta incontinente verbal.» Groink

1 comentário:

Anónimo disse...

Estou muito preocupado com os juízes portugueses, já não são só os advogados que recorrem ao banco alimentar, disseram-me que também já lá vão magistrados. Tenho muita peninha deles que estiveram amordaçados enquanto os cavaquistas arruinavam este país, pena nessa altura a maria José morgado ser ainda uma criança, não é tarde, ela ainda não acertou uma, mas um dia destes…