terça-feira, março 20, 2012

PARA AGILIZAR A JUSTIÇA

De saudar as alterações aos códigos Penal e Processo Penal, constantes da versão final, e que a ministra da Justiça, Paula Teixeira da Cruz, enviou aos parceiros judiciais, as quais prevêem que todos os depoimentos prestados na fase de investigação passem a ser gravados em áudio e vídeo, acabando-se com o registo por escrito. A medida visa agilizar o processo, combater as prescrições, economizar tempo aos agentes de investigação e dar maior fidedignidade aos elementos do processo. Isto, sim, é revolução silenciosa em contraste com o espavento estéril de quem vocifera, vocifera, e não se passa nada.

1 comentário:

Floribundus disse...

já existem magistrados e advogados muito ágeis a esconder políticos