quarta-feira, março 14, 2012

CRISALIDAÇÃO DO REGIME

O desejo de sangue e convulsões tem estado patente na opinião conotada com as duas anteriores legislaturas. Tem sido nítida a necessidade de biombos e toda a espécie de disfarces desse passado pesado. Quanto à República, ela está a sucumbir no descrédito. Primeiro pela qualidade infraberlusconizada de um ex-primeiro-ministro. Depois pela egolatria impulsiva do actual Presidente da dita. O Regime entrou na fase da crisálida. Tem de originar-se outra coisa. Tem de mudar de moscas e do respectivo berçário.

Sem comentários: