sábado, março 10, 2012

VAMOS TODOS UNIR O PS

Alguns comentadores iluminados viram no famoso prefácio de Cavaco não um mas o factor de união do PS escaqueirado internamente e deslealíssimo ao "líder" Seguro, criando esta pastilha jornalística peregrina: a de que o ataque cavaquiano feroz ao Primadonna conseguiu unir o partido. Mas deve perguntar-se o que pode unir os Portugueses nesta hora aflitiva, numa união igualmente negativa. A noção de que o PS segundo Sócrates, portanto ele e o resto do gangue, governou segundo uma perspectiva de saque intensivo. É isso que não foge dos olhos agora que os Administradores da Parque Escolar, EPE (entidade pública empresarial), se demitiram, cercados de balanços e contas a indiciar absurdos abomináveis contra os contribuintes, balúrdios inqualificáveis e derrapagens asquerosas, pelo menos para um País com gente a privar-se de tanto, a passar fome [falo por mim que ando há semanas a comer pão com pão, um bife de pão com acompanhamento de pão au molho de pão recesso com entremeada de broa]. Entre alugar espaços em Lisboa na ordem dos 2,5 milhões de euros mensais e derrapagens na ordem dos 447%, lesando o Estado em muitos milhões de euros, a Parque Escolar não hesitou. Nem o diabo.

1 comentário:

Mentiroso disse...

É a ganância das máfias políticas que escaqueira os partidos. Acontece o mesmo com todos e até agora o PSD tem sido aquele que mais tem dado nas vistas. Embora em menor grau acontece em todos os países e quanto menos o povo é soberano mais isso acontece. Temos que compreender e de nos compenetrar de que o mal não está em nenhum partido mais que nos outros, mas em nós mesmos que os deixamos à rédea solta, sem qualquer controlo e aprovamos tudo que fazem ao votarmos neles. Que mais esperar? Como são desonestos aproveitam a oportunidade que com tanto gosto lhes oferecemos. Não é verdade que «cada povo tem o governo que merece»?